Blog

Ann Mwangi: A incrível história da Mãe, Programadora e Mulher africana

Avaliação do Usuário

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

Neste sábado de madrugada estava fazendo umas leituras quando me deparei com a incrível história da Ann Mwangi: desenvolvedora de aplicativos na ThoughtWorks Uganda e mãe de quatro filhos, ela conta as lições, desafios e como tem encarado sua profissão de programadora diante das responsabilidades familiares e dos padrões sociais para as mulheres na África.

A situação da Ann Mwangi é bem parecida com a realidade de muitas mulheres na computação e tecnologia em todas as partes do mundo, convido os leitores a conhecer essa história de vida, uma bela mulher InspirAda pela computação e que traz bons ensinamentos e reflexões para todos nós.Se possível deixe seu comentário/opinião sobre essa história aqui no Blog quando terminar a leitura, vamos interagir?!

Mãe, desenvolvedora e mulher – por Ann Mwangi

Em muitas sociedades, há uma expectativa colocada sobre a mulher que uma vez que ela é casada e tem filhos ela deve reconsiderar suas opções de plano de carreira. É considerada a ordem natural das coisas para ela parar de funcionar por completo, ou no mínimo trabalhar em uma profissão que é mais “mãeapropriada”. Pelo menos, este é certamente o caso na África.

 Algumas mulheres têm o luxo – e desejo – para sair do local de trabalho para criar seus filhos. Na maioria das vezes, no entanto, não é a sua escolha,  sim seu “dever” como uma mulher.  Conheço muitas mães que gostariam nada mais do que continuar o desafio de desenvolver a sua carreira; há muitas mulheres nessa posição que têm adiado a começar uma família por medo de deixar um trabalho que amo.

Muitas vezes, quando eu me apresento como uma desenvolvedora que também é casada e mãe de quatro filhos, a maioria das pessoas se surpreendem. A próxima pergunta que geralmente me perguntam é a forma como eu consigo equilibrar a minha vida familiar eo meu trabalho especialmente em um campo tão desafiador quanto o desenvolvimento de software.

 Seu espanto para tal façanha é talvez originado no fato de que você precisa colocar tempo para ter uma frutífera carreira de sucesso. Por outro lado, leva a mesma quantidade – se não mais – do tempo para cultivar e cuidar de uma família. A vida nem sempre é fácil – no entanto, dada a atitude certa e perseverança, você pode seguir o caminho menos percorrido (e ser feliz fazendo isso!).

    “Eu não falhei. Eu apenas encontrei 10.000 maneiras que não funcionam.” (Thomas A. Edison)

Estas são palavras que me mantêm indo especialmente quando as coisas não funcionam do jeito que eu esperava. Muitas vezes na vida, muitos conselheiros confiáveis dará exemplos válidos de pessoas que falharam ao iniciar uma viagem semelhante ao que você pretende começar ou até mesmo exemplos de pessoas que começaram e não conseguiu ir muito longe. Se a pessoa não tem a força de vontade para seguir em frente, é fácil tornar-se desanimado.

 É claro, existem desafios que enfrentaram – e vai continuar a enfrentar – aqui alguns que eu gostaria de compartilhar:

  • Tomar decisões difíceis: é mais fácil tomar decisões quando você é único, como mudar de cidade, ao contrário de quando se tem uma família, onde vai afetar a vida da minha família.
  • Não há horas suficientes no dia: após o dia de trabalho ainda há responsabilidades em casa que precisam ser feitas, uma vez que a mãe não pode abandonar a responsabilidade de cuidar da família quando ela está trabalhando. Às vezes, há um monte de coisas para fazer, e parece ser muito pouco tempo para fazê-las. Eu me encontro constantemente desejando que alguns dias seria mais longo para que eu possa terminar tudo na minha lista.
  • Mentalidade da sociedade: expectativas sociais dizem que uma mulher deve cuidar de sua família, e quando uma mulher decide continuar a trabalhar fora de casa, às vezes é visto como abandono de suas responsabilidades.
  • Sentimentos de inadequação: muitas vezes parece que eu não posso trabalhar horas extras, por causa de minhas muitas responsabilidades após o dia de trabalho; fazendo algumas mulheres sentir que não são tão boas como os seus homólogos masculinos.

A vida é uma jornada, cheia de lições a serem aprendidas. Aqui estão as minhas cinco principais dicas:

  1. Saiba o que você realmente quer na vida: A vida pode ser um desafio. Se você realmente sabe o que quer, então fica mais fácil de ser capaz de perseguir seus sonhos e cumpri-lo.
  2. Esteja pronto para manter a sua decisão, apesar das dificuldades ao longo do caminho: Cada decisão que se faz sempre vem junto com dificuldades pelo caminho. Normalmente outras pessoas não podem lutar suas batalhas e por isso você tem que estar pronto para mater suas decisões e lutar as batalhas, a fim de aproveitar o sucesso que vem depois disso.
  3. Conhecer e colocar suas prioridades direito: Na vida há geralmente um monte de coisas que precisam de sua atenção, ao mesmo tempo, é ainda pior quando você tem filhos e uma família em geral para cuidar. É preciso saber sempre o que tem maior prioridade para que possam dar-lhes mais atenção. Não fazer isso leva à decepção e desorganização,  a vida é mais difícil uma vez que os itens mais importantes não são tomadas de cuidados.
  4. Sempre ficar algum tempo fora de seu trabalho para a introspecção: Isso geralmente é uma coisa complicada para retirar uma vez que há sempre algo que precisa ser feito. Isto tem provado ser muito importante, porque, depois de alguma introspecção, em seguida, pode-se ver com sucesso o que aspectos de suas vidas estão indo bem, para que se possa continuar a fazer as coisas dessa maneira, e quais as áreas que precisam ser melhoradas. Este tempo realmente aumentou minha produtividade.
  5. Divirta-se: Apesar de tudo o que acontece na vida temos sempre que ter algum divertimento. Definição do que significa diversão para cada pessoa é diferente, então o que faz você feliz sempre deve ter uma fenda de seu tempo. As vezes, a viagem é mais divertida do que o destino.

Ainda estou para conhecer alguém, independentemente se eles são casados ou solteiros, e de qualquer gênero, cuja vida não tem alguns desafios.

“A vida nunca foi concebida para ser fácil, meu filho, mas tende bom ânimo: pode ser delicioso!” (George Bernard Shaw)

No final do dia não é sobre ter uma vida sem desafios, mas a sua ter uma vida com propósito que te faz sorrir em meio a todos os desafios. Para mim, chegar em casa no final do dia e os meus filhos correr para me cumprimentar com abraços calorosos, me faz esquecer todas as lutas que eu tenho que passar por todo o dia, e essa é a minha alegria como uma mãe de programação.

 _____

O texto publicado é uma tradução livre que fiz do original ” Mother, Develor, Woman “.  Ao encontrar e ler esse depoimento eu aprendi muito com Ann Mwangi, mudou minha noite e me deu mais força de vontade com seu exemplo inspirador. Suas dificuldades são até maiores que as minhas, inclusive a realidade do seu país, mas seus resultados são incríveis! Parabéns Ann Mwangi e obrigada por compartilhar sua história com o mundo!

E você, o que achou?! Deixe seu comentário!



Lidiane Monteiro

Fundadora e Desenvolvedora do InspirAda na Computação. Articulista no portal iMasters, estagiária de Desenvolvimento na Fundaj e estudante de Lic. em Computação na UFRPE. Joga CS 1.6 e Mãe do cachorro Teddy.

© 2016 InspirAda na Computação. Todos os direitos reservados. Desenvolvido com Software Livre <3

Search